Finais do Brasileiro e Paulista, hora de Refletir

 :: Agility :: Agility BR

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Finais do Brasileiro e Paulista, hora de Refletir

Mensagem  zarthan em Qua 06 Jun 2012, 14:36

Acabado os campeonatos brasileiro e paulista, venho aqui dar uma sugestao sobre as futuras etapas e regras

Pontuação

No meu ponto de vista, as pontuações entre excelentes zerados, excelentes e muito bom tem que ser do primeiro ao décimo colocado, ou seja, como um tempo atrás era aplicado. Acredito que isso serve mais para os competidores mais novos e iniciantes, que por muitas vezes, conseguem estrar na prova no combinado final do dia, como exemplo sexto com excelente ou quinto com muito bom e não conquistam pontos nenhum. Acho que a motivação é ir conquistando pontos e muito esporte por ai fora, tem pontuações até o décimo lugar. É frustante ver alguns mais novos estarem no dia de prova com algumas colocações explicadas acima e verem que não obtiveram pontos . É uma maneira a mais de incentivar e isso era usado em tempos atrás.

Premiações

Quando voltou as premiações com rosetas, lembro que divulgaram que a CBA estava inovando e mudando as premiações, saindo das medalhas e passando para as rosetas. Isso não é inovar, é voltar ao tempo das cavernas, pois o agility começou com as rosetas. Acho que os competidores merecem algo a mais para estar no pódium, pois estar ali, foi un trunfo e o reconhecimento dele próprio pelo que vem se esforçando na conquista de melhorar a sua performance e treinos, e isso reflete e resumi-se ao subir ao pódium. Já que não temos prêmios a altura do esporte, o troféu tem que ser melhorado. E que se o intuito de fazer o pódiun fora da pista, que seja feito uma numeração nova e mais chamativa do Primeiro ao Quinto lugar, não usando mais os marcadores da pista. Tem vezes que abre-se o reconhecimento da mesma, e o pódium de outra prova está sendo feito e a numeração es'ta sendo utilizada, ou quer se abrir o reconhecimento, mas os números estão sendo utilizados, e atrasa um pouco. Uma nova numeração na aumenta os custos da CBA. São só cinco números
ào

Penalidades.

Existe hoje em dia na regra que o condutor não terá reembolso da sua inscrição caso não comunique 48hs antes da prova. Isso tem que mudar pois, se o condutor ou cão adoecer ou se machucar que não permita participar da prova, o mesmo tem após a prova 24hs para comunicar a sua ausência, e de preferência com documentos que comprovem o ocorrido e uma junta da CBA tem outras 48hs para analisar, se for aceito a argumentação, como exemplo, o condutor seja isento de pagar a inscrição da próxima prova equivalente. Mas esses documentos tem que ser vindos de médicos ou veterinários, outros argumentos não serão aceitos.
A CBA tb merece tal penalidade, pois tivemos dois episódios, Valinhos na Hípica e o Centro de Exposições Imigrangtes que foram cancelados na mesma semana das provas, e acredito que alguns tiveram transtornos. Pois bem, a CBA para divulgar e fechar a prova tem que ter absoluta certeza que a mesma se concretizará, não deixando para resolver problemas atrelados ao local na semana de inscrições, pois o caso da Imigrantes não havia certeza naquela semana sobre o piso a ser colocado. Caso tenha problemas parecidos, a CBA venha a cancelar a prova de local em cima da hora e transferir para outro local na mesma semana, e que venha ocasionar transtornos aos competidores, no mínimo a próxima etapa equivalente será gratuita a todos, em forma disso ser uma puniçao equivalente a que é estabelecida aos competidores na hora do cancelamento da sua participação, como explicado acima. Caso a CBA venha a ter que trocar o local, que seja avisado no máximo a todos na segunda-feira anterior a prova.

Rebaixamento

Quando foi criado isse critério, o intuito maior era caso a dupla que estivesse no grau superior e não se acha-se mais competitiva, mais pelo cão, em torno da idade não desenvolver performance para o grau que estivesse, o mesmo para poder continuar a usufruir de pódiuns e ainda não pensar de parar o cão, era facultado o direito de disputar o grau logo abaixo. Mas nos últimos anos, tivemos casos que uma dupla pede rebaixamento, mas tanto o cão, que é o intuito principal do rebaixamento como o condutor, continuavam com outro cão e outro competidor no grau superior. Como o exemplo dos iniciantes que os condutores veteranos caso queiram fazer provas no iniciantes, não podem formar ranking e nem subir a pódium, teria que hgaver uma maneira de "punir" o rebaixado que permite que o mesmo cão continue no grau superior. Pra casos de rebaixamento do último grau ao grau logo abaixo s, esse cão por lógica, não compete mais no grau anterior. Por isso, não poderá competir novamente com outro competidor. E caso a dupla peça rebaixamento ao grau e fora constatado que o cão compete com outro competidor, a dupla rebaixada fica 6 meses sem pontuar e subir em pódiuns no atual grau, como forma de incentivar os competidores do grau em disputa onde o cão rebaixado tb o fará parte. A lógica é bem clara, pois dois últimos casos, fora notório que o cão rebaixado com o seu condutor ( dupla) continuou a disputar o grau superior com outro condutor. Se a CBA pesquisar , muita gente ficou desmotivada pelos fatos ocorridos.

Horários

Acredito que a forma atual começando as 09:00hs seja a ideal, portanto, que seja posta em prática no decorrer de todos os campeonatos.

Fica a minha minha sugestão para a melhora na elaboraçao de novas regras e maior incentivo aos competidores atuais e a nova geração

zarthan

Número de Mensagens : 229
Data de inscrição : 29/01/2008

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 :: Agility :: Agility BR

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum